gui.png

sobre

O artista Guilherme Freire, conhecido como Guille, veio da pintura à óleo, onde encontrava resultados muito diferentes dos que produz atualmente. Suas pinturas residiam no universo da abstração por meio de desenhos automáticos, nos quais a figuração não tinha espaço.

Sua pesquisa sobre produções escultóricas se iniciou  em meados de 2013, impulsionada pelo interesse em action figures. Isso o levou a encontrar o universo das Ball-Jointed Dolls (BJDs), muito comuns em países como Rússia e Japão. Estudando  por conta própria, mesmo com as poucas informações disponíveis no Brasil sobre esse tema, Guille buscou conhecer técnicas para produção por vídeos e livros, até mesmo em idiomas que não entendia.

A partir de 2020, a produção da primeira BJD dá forma aos conhecimentos acumulados, e início efetivo à marca Guille. Desde então, o artista segue aprimorando seus processos, trabalhando em BJDs e esculturas, e se mantém atento a novas formas de expressar sua criatividade.